11.27.2010

Querido Diário, que bom vê-lo novamente estava precisando do seu ombro amigo. Estou deprimida e nem sei ao certo o porque, é uma mistura de tudo aquilo que vem e volta dos meus pensamentos e que me fazem mal. Estou nas minhas crises, daquelas em que me sinto mais sozinha do que nunca e me questiono o porque disso. Ao meu redor casais se formam e em seus semblantes sorrisos e brilhos se envolvem, os cochichos raramente não são sobre amor e os que ontem estavam sozinhos hoje já não estão mais e eu continuo na mesma. Eu tento sair dessa situação, eu juro, mais em todas as tentativas o resultado sempre foi o mesmo, eu saindo machucada, nunca me dou bem e me pergunto novamente o porque. Será que é porque eu sempre tento o impossível ou porque sonho demais? Eu não sei, mais a cada olhar rejeitado, a cada sorriso ignorado meu coração chora, soluça, se machuca. Será que sou feia, chata ou simplesmente não nasci para o amor, gostaria muito de saber a resposta para ver si assim conformo que o amor não é pra mim e que os beijos e as mãos dadas nunca irão acontecer comigo. Eu já desisti, jurei a mim mesma que não mais irei me apaixonar, vou seguir assim, eu e minha solidão e de vez em quando a visita da dona crise. Assim é a vida meu querido diário, para quem não nasceu para o amor.




3 comentários:

Viiviih M. disse...

Não és feia,nem chata ou o amor não é pra ti.Vais perceber que é só uma fase,e vai encontrar o cara certo para andar de mãos dadas.
Seguindo,
Beijoos ;*

Renata disse...

O amor é para todo mundo. Você só tem que encontrar alguém te mereça.
Não se preocupa em continuar na mesma durante um tempo. Quando sair dela vai ser pra algo beeeem melhor.
Talvez o amor não seja pra você por agora, só por agora (:

Quanta saudade de ti, menina!

Cláudia disse...

Estou te a seguir!
Escreves mt bem!
bjs